Sei que vou chocar algumas pessoas ao escrever isto mas… Alguns clientes simplesmente não valem a pena. Cada cliente tem um custo de aquisição e quando o retorno que o cliente traz não compensa o custo… Está na hora de passar para outro!

O tempo e os recursos que gastas na procura de novos clientes correspondem ao custo dos clientes. Ou seja: o dinheiro que investes para conseguir novos clientes nunca pode ser superior ao retorno que estes mesmos clientes te trazem, ou estarás a perder dinheiro (e tempo). 

Deves também ter em atenção o tipo de serviço e o investimento que este vai implicar. É a primeira vez que o fazes ou já tens prática? Precisas de recursos de terceiros (bancos de imagens, compra de dominios, etc)? O que tens de investir no projeto para ter retorno? 

Idealmente, deves optar por escolher clientes e projetos que:

  • Têm um custo baixo e dão bom retorno;
  • Têm um custo elevado, mas o retorno também é grande.

Vou dar-te um exemplo pessoal: há uns bons anos, aceitei fazer uma tradução PT/EN. Era uma tradução de ficção (pessoalmente, acho mais difícil do que as técnicas) e que envolveu  HORAS de pesquisa, tradução e revisão. ENtreguei o trabalho concluído no prazo acordado, mas o cliente esqueceu-se que tinha de pagar… Mais tarde, consegui que ele honrasse o compromisso feito comigo e pegasse a totalidade do trabalho, mas não me pagou as horas que passei atrás dele para cobrar o valor que me era devido. Contas feitas, foi um cliente que me saiu caro.

Como calcular o custo de um cliente?

Para saberes se um cliente vale a pena, é preciso aprender a calcular o Custo de Aquisição de Cliente (CAC). O cálculo é feito da seguinte forma:

CAC = Investimento feito para atrair clientes/Número de clientes adquiridos

No valor de investimento feito para atrair clientes, deves contabilizar coisas como:

  • Investimentos em Marketing e Comunicação (anúncios pagos, divulgação, etc.)
  • Custos de Manutenção do website
  • Formações
  • Horas investidas na prospeção;
  • Gastos com telecomunicações;
  • Entre outros

Quanto menor for o CAC, maior o teu nível de faturação. Quando o CAC é muito elevado, significa que estás a ter um esforço de trabalho que não é compensado pelo retorno. Esta métrica deve ser calculada dentro de um período de tempo específico, ou seja, deves fazer frequentemente a reavaliação do CAC. O expectável é que, com o passar do tempo, este vá descendo.

3 sinais de alarme que indicam que o cliente NÃO vale a pena

Depois de saberes qual o Custo de Aquisição de Cliente do teu negócio, é importante estares atenta a clientes problemáticos que te possam trazer mais prejuízo e dores de cabeça do que retorno. Normalmente, quem já é freelancer há muito tempo já desenvolveu um sexto sentido para este tipo de clientes. Mas para quem está agora a começar, existem alguns truques sinais de que o cliente/projeto te pode sair caro. São eles:

O prazo é quase impossível

Quando o prazo te parece impossível de cumprir, este é um sinal de alarme. É comum ver freelancers que aceitam mesmo os prazos mais apertados, na tentativa de não perder o cliente. A maioria acaba a fazer noitadas, prejudicando a sua saúde e o restante trabalho. Ou, alternativamente, não conseguem cumprir o prazo é o cliente fica insatisfeito.

Por isso, toma nota: se o prazo te parece impossível, é porque é! 

O cliente quer TUDO à maneira dele

Conheces aquela frase “o cliente tem sempre razão?”. Pois, às vezes está muito, muito errada! Se o cliente não se mostra disposto a ouvir os teus conselhos e acha que sabe mais do serviço que prestas do que tu, a probabilidade de nenhum de vocês ficar satisfeito no final do projeto é ENORME. Para valer a pena, a relação com o cliente tem de se basear na confiança.

O orçamento é demasiado baixo

Por vezes, os clientes estipulam um valor demasiado baixo para o trabalho em questão. Isso pode acontecer porque não podem ou não querem pagar mais pelo serviço, mas essa não é a questão. Quando aceitas trabalhar por um preço muito baixo, não estás só a perder tempo e dinheiro: estás também a prejudicar a tua reputação. Regra geral, concordamos que um produto/serviço, quando é demasiado baixo, tem pouca probabilidade de ter valor acrescentado, certo? O cliente nunca te irá valorizar se aceitares trabalhar por um preço muito inferior àquele que mereces.

O cliente fala mal de outros freelancers com quem trabalhou 

 Não é preciso explicar muito está, certo? Qualquer cliente que critique e rebaixe abertamente os outros profissionais com que trabalhou é PARA MANTER À DISTÂNCIA! A grande probabilidade é que também fique descontente com o teu trabalho e vá falar mal de ti a terceiros. 

Ficou claro para ti o que é um cliente que NÃO deves aceitar?