Procuras uma atividade que te permita trabalhar a partir de casa, com flexibilidade horária e potencial de crescimento? Continua a ler e descobre como começar a trabalhar como assistente virtual.

Uma Assistente Virtual é alguém que presta apoio administrativo a empresários, pequenos negócios e outros freelancers de forma remota. É um tipo de serviço cada vez mais popular por todo o mundo, embora, em Portugal, seja um conceito relativamente recente.

Ser Assistente Virtual permite-te ter um trabalho como freelancer em que tu decides quantas horas trabalhas, a partir de onde trabalhas e como trabalhas.

Que tipo de trabalho faz uma assistente virtual?

Uma Assistente Virtual pode desempenhar variadas tarefas, das mais genéricas às mais específicas. Estás são algumas delas: 

  • Gestão de emails
  • Contacto telefonico com clientes
  • Entrada de dados em sistemas
  • Gestão de reuniões
  • Pesquisa e investigação 
  • Revisão de documentos
  • Transcrição
  • Planeamento de eventos
  • Gestão de viagens e alojamentos
  • Gestão de backoffice

Basicamente, uma Assistente Virtual faz todo o tipo de tarefas administrativas que requerem um investimento de tempo que os empresários e os pequenos negócios não têm. Há Assistentes Virtuais especializadas e outras mais generalistas. Podes, por exemplo, especializar-te num determinado tipo de tarefa (ou conjunto de tarefas) ou indústria. Pessoalmente, acredito que definir um nicho de mercado pode trazer melhores resultados do que ser generalista (podes ler mais sobre nichos de mercado aqui).

Quem pode ser Assistente Virtual?

Para começar a trabalhar como Assistente Virtual, não precisas de ter um curso superior nem qualquer tipo de formação. Também não precisas de fazer nenhum tipo de investimento. Podes começar a trabalhar com as competências que já tens. 

Identifica áreas de atividade com base na tua experiência pessoal e profissional. Já trabalhaste num call center? Então és a pessoa certa para fazer contactos telefónicos com os clientes dos teus clientes. Gostas de fazer pesquisa e és rápida e eficaz a encontrar informação e a identificar fontes? Podes prestar serviços de pesquisa para os teus clientes. És organizada e metódica? Oferece serviços de organização e gestão de email!

Acima de tudo, como Assistente Virtual, deves:

  • Ter um conhecimento básico de tecnologia, nomeadamente em programas de produtividade, como o Office, programas de base de dados, sistemas de CRM;
  • Ser comunicativa e ter gosto em falar com pessoas;
  • Ser organizada e boa a planear;
  • Cumprir prazos e lidar bem com a pressão e a responsabilidade;
  • Ter uma ética de trabalho irrepreensível.

Como posso encontrar os meus primeiros clientes?

Em Portugal, não existe, à data, nenhuma plataforma específica de oferta e procura de Assistentes Virtuais. Podes procurar nas plataformas de trabalho freelance habituais, bem como em sites de emprego e no LinkedIn. Se te sentires completamente à vontade noutras línguas, podes também procurar oportunidades em plataformas estrangeiras.

Para além da procura proativa de clientes, vale a pena investir na comunicação dos teus serviços, divulgando-os nas redes sociais e, eventualmente, num website próprio onde possas detalhar os teus serviços, os preços e até mesmo criar uma agenda para que os potenciais clientes saibam a tua disponibilidade horária.