7 Formas de Encontrar Novos Clientes

7 Formas de Encontrar Novos Clientes

Se começaste agora a trabalhar como freelancer (ou estás a pensar fazê-lo), é bastante provável que tenhas dúvidas sobre como encontrar clientes. Não tens portefólio, nem experiência e ainda estás a dar os primeiros passos. Mesmo com um projeto já estabelecido, encontrar novos clientes pode parecer um desafio.

Se te identificas com este problema, tenho algumas dicas sobre como conseguir clientes para partilhar contigo. Neste post, vais descobrir 7 sítios diferentes onde podes encontrar novos clientes.

7 formas de conseguir novos clientes.

1. Plataformas para Freelancers 

Comecemos pelo óbvio: as plataformas de emprego para freelancers. Falo de websites como os portugueses Zaask e Fixando e os estrangeiros Upwork e Fiverr. Cada uma têm a sua forma de funcionamento: algumas cobram uma percentagem por cada trabalho feito, outras requerem a compra de créditos para consegui contactar os clientes. A longo prazo, são pouco rentáveis, mas permitem-te encontrar os primeiros clientes e construir portfólio.

2. LinkedIn

É a rede social profissional e o sítio onde TENS de estar se o teu cliente é empresarial ou se, de alguma forma, os serviços que prestas estão relacionados com a vida profissional.

Existe a ideia de que o LinkedIn serve para recrutamento, mas a verdade é que é muito mais do que isso. É uma excelente forma de conhecer novos profissionais e fazer contactos com potenciais clientes. Além do mais, é uma excelente forma de fazeres com que os potenciais clientes te encontrem.

Não te esqueças de completar e otimizar o teu perfil, para que os potenciais clientes percebam que tipo de serviços prestas. Investe algum tempo a escrever uma introdução e completa a secção das experiências com exemplos relevantes dos trabalhos que já fizeste. Podes mesmo acrescentar exemplos através de links, imagens ou PDFs.

3. Redes Sociais

Há muito que as redes sociais deixaram de ser apenas para entretenimento. O teu cliente também está nas redes sociais, por isso, porque não usá-las para comunicar com ele.

Cria um perfil específico para o teu negócio. Há quem defenda que deves usar o teu perfil pessoal pois já tens uma lista de seguidores, mas, para mim, isto não faz muito sentido, porque os nossos amigos (os contactos que temos na nossa rede social pessoal) não são necessariamente nossos clientes.

Deves criar um perfil exclusivamente para divulgar o teu negócio e investir no conteúdo e na interação com outros perfis. “Conversa” com o teu cliente criando conteúdo sobre a tua área/indústria. Mostra que percebes do assunto – isso vai criar confiança para contratar os teus serviços.

4. Prospeção

Esta é a forma mais antiga de chegar a um cliente: o bom e velho “tenho isto, quer?”. O que é exatamente? Trata-se de abordar diretamente um potencial cliente (previamente identificado como tal), oferecendo-lhe os teus serviços.

Identifica alguns clientes que possam beneficiar do teu serviço e aborda-os explicando porque e como podes ajudá-los. Para resultado, este tipo de comunicação deve ser o mais personalizada possível, pelo que deves investir algum tempo a estudar o teu cliente (na sua conta de rede social, no seu website, etc.).

Esta técnica deve ser usada com precaução e sabedoria – ou acabarás por ir parar à caixa de lixo eletrónico. 

5. Blog/Website

Um blog é a forma perfeita de divulgar os teus serviços, demonstrando ao mesmo tempo a qualidade dos mesmos. Ao contrário das redes sociais, é um espaço de divulgação que é teu e onde tu mandas por inteiro. Uma rede social pode fechar de um momento para o outro, o teu blog/website não.

Deves investir na criação de conteúdo de valor para o teu público-alvo, tal como nas redes sociais, mas neste caso o conteúdo deve ser um pouco mais extenso e complexo. 

6. Referências 

Muitos freelancers conseguem o primeiro trabalho através de um amigo, ou do amigo de um amigo. Partilha com os teus amigos o teu projeto e pede-lhes apoio. Por vezes, esquecemo-nos de que, para ajudar um amigo, basta uma partilha, uma referência.

À medida que vás conseguindo clientes e entregando trabalhos com sucesso, pede testemunhos. Estes podem ser muito úteis para incluir no teu blog/website ou redes sociais e aumentar a confiança dos potenciais clientes.

7. Grupos de Freelancers

O networking é fundamental para conseguires clientes. Começa por procurar no Facebook e LinkedIn por grupos relacionados com trabalho remoto e freelancing. Depois, podes dar o salto para o networking presencial, procurando eventos perto da tua área de residência. 

Mas antes de procurares o teu primeiro cliente…

Deves definir muito bem o nicho de mercado onde atuas. Desta forma, conseguirás comunicar de forma muito mais direta – e diminuis o tempo perdido com clientes que não são os ideais para ti.

Se tiveres dificuldades em definir o nicho de mercado, descarrega o guia gratuito.

YOU MIGHT ALSO LIKE

Leaver your comment